IMG00044

COMO TUDO COMEÇOU

Banda fundada em 2003 na cidade de Peso da Régua com o line-up de 4 elementos Mika (Baixo), Miguel Silva (Guitarra), Bruno Carvalho (Bateria) e Rui Pereira (Guitarra e Voz).

Com este Line-Up proporcionou-se o aparecimento do projeto “Moonlight”, sendo precisamente durante esse projeto que cada elemento teve o primeiro contacto com os respetivos instrumentos, exceto Rui Pereira que já demonstrava aptidão para tocar guitarra e compor.

Quatro anos mais tarde com a saída do quarto elemento Bruno Carvalho, curiosamente o idealizador do projeto inicial, deu-se início aos primeiros ensaios do projeto seguinte, intitulado de “Sollust”. Nessa altura houve mudança de line-up, passando Miguel Silva para a bateria onde se manteve até final de 2019.
Em “Sollust” nasceu uma fusão de sonoridades que vão desde o Hard Rock até ao Metal mais alternativo, fruto das influências de cada elemento da banda, deu-se então uma mistura de sonoridades entre o progressivo e um metal mais agressivo.

Em 2010 após algumas indecisões e dificuldades devido a incompatibilidade profissional dos elementos deu-se um marco importante na existência da banda, pois seguidos vários anos de anonimato e sem grande realização musical surgiu a oportunidade de dar um novo rumo ao projeto, com o aparecimento em concertos na região Norte e Centro de Portugal.

Em 2011 com o grande apoio de Guilhermino Martins (Produtor, Guitarrista e Vocalista de “Thanatoschizo”) e com autofinanciamento por parte dos três elementos inicias deu-se início à gravação do EP de estreia com o nome “The Last Bird Song”, nos estúdios “Blind&Lost” em Santa Marta de Penaguião.
Neste EP cujo o lançamento só se realizou em 2012 podem ouvir-se seis temas dos muitos compostos ao longo dos anos. Os temas foram compostos por Rui Pereira (letra e instrumental) e Miguel Silva (percussão).

Por fim, após alguns anos de tentativas sem êxito de adicionar outro guitarrista, surgiu a oportunidade de João Peixoto ainda em 2011 incorporar o projeto. Em 2012 João Peixoto teve de abandonar a banda por motivos profissionais ficando mais uma vez “Sollust” sem guitarrista. Passado algum tempo entrou Mário Monteiro como seu substituto permanecendo como guitarrista da banda dois anos entre 2013 a 2015 ajudando assim a divulgar o álbum “the last bird song”.

Em finais de 2015 Mário Monteiro acaba por sair de “Sollust” pelo mesmo motivo que o seu antecessor, deixando assim a banda órfão de um “Lead Guitar”, mas por pouco tempo, pois em 2016 deu entrada em “Sollust” Rui Monteiro o “Lead Guitar” que deu a estabilidade esperada para a banda, em termos de composição e mesmo em concertos.
Neste momento a banda encontra-se em estúdio, construindo o álbum de estreia intitulado “(In)Versus” com o lançamento previsto para 2019.
Neste álbum vai ser percetível diversas influencias, assumindo sempre como ADN a sonoridade progressiva associada a outras sonoridades dentro do Hard Rock e Metal. Existe uma evolução inata da banda que conjuga a sonoridade mais alternativa, associada a orquestrações e peculiarmente ao psicadélico. O álbum está a ser gravado em lamego no estúdio “AG Recording Studio” com a preciosa ajuda do produtor André Guerra.

O quarteto volta aos palcos em meados de 2019 para apresentação do seu ultimo trabalho “(In)Versus”.